terça-feira, 16 de julho de 2013

AZIZ AB´SABER, UM GEÓGRAFO BRASILEIRO

"Saber muito não lhe torna inteligente. A inteligência se traduz na forma como você recolhe, julga, maneja, e sobretudo, onde e como aplica esta informação". Carl Sagan

Se você assiste televisão de vez em quando, vai perceber que nos telejornais quando o assunto é ciência e tecnologia as descobertas são quase sempre de pesquisadores americanos ou europeus. Será que não se faz ciência no Brasil? Se não, o que justifica os gastos bilionários com as universidades públicas como a USP, UNESP, UNICAMP? Se sim, por que não há divulgação? É uma pergunta pertinente. Isso tem a ver com a colonização, não aquela territorial, que objetivava o saque de metais preciosos, mas sim uma colonização da mente, uma auto submissão intelectual por parte da mídia nacional, um assunto que pode ser tratado com mais atenção em outra oportunidade.
O Brasil é um país incrível, com pessoas incríveis. Isso tanto na ciência quanto na música, na literatura, cinema e etc. Hoje, especificamente, cito um brasileiro em especial. Que foi um grande geógrafo, reconhecido, embora não da maneira como realmente merece. Falo de Aziz Nacib Ab’Saber (1924 - 2012).